Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \28\UTC 2008

Personnas, o Ubiquity – uma nova ferramenta do Mozilla – vai revolucionar a forma de navegação na internet. Só isso que tenho a declarar. Ainda é um protótipo, mas já é inacreditável o que dá pra fazer com o aplicativo, e o que muda conceitualmente, quando se fala em navegação.

O Ubiquity é como se fosse um plugin que vc pode instalar no seu navegador Firefox. Com ele você pode enviar páginas e imagens selecionadas por e-mail, twittar, fazer buscas na internet, procurar mapas, traduzir páginas, fazer contas, pesquisar na Wikipedia e MUITO MAIS, através de comando de texto. Simples, prático, revolucionário. Como o pessoal do Mozilla determinou a ferramenta, é um esquema de User Generated Mashup. Ou seja, qualquer usuário, independente de ser programador, pode adequar/remixar as páginas da web de acordo com suas necessidades.

Para terem uma melhor noção, leiam esses artigos (do Globo e do próprio blog do Mozilla), vejam o vídeo, testem e concluam. Estou testando e achando simplesmente fantastic!

E digo, isso será o começo de uma revolução na forma de se navegar na internet. E olha que o que temos por enquanto é apenas um protótipo.

Para instalar o protótipo, clique aqui. E leia o tutorial aqui.

Read Full Post »

O Tiago Souza me mandou a dica – que eu também já tinha lido no blog do Carlos d’Andréa: o canal Futura está disponibilizado seus programas, for free, no endereço www.futuratec.org.br. Muito bom, não é mesmo? Não perca tempo, corra lá pra melhorar sua bagagem cultural. 🙂

Isso é ótimo para reforçar o fato de que a internet é um belo de um palco para o aprendizado, mesmo em sites que muitos julgam “pura diversão”, como o YouTube. Ando meio indignada com uns fatos – como YouTube e outros sites serem bloqueados – mesmo no computer dos professores – em uma certa faculdade aí (e muito povavelmente em várias outras também). De toda forma, esse fato gerador de indignação foi bom para mais uma reflexão: não só alunos e simples mortais precisam se educar digitalmente, mas também professores e instituições devem estar cientes dos potenciais das novas tecnologias para o ensino.

Fica, portanto, outra dica, agora para educadores. O Michael Wesch (olha ele mais uma vez aí, gente!) deu uma palestra na University of Manitoba em 17 de junho deste ano, para alunos da pós-graduação/doutorado. O tema? Media Literacy (ou algo como alfabetização midiática), voltado especificamente para a educação/ensino na era digital. Mais um vídeo longo, mas ótimo, como tudo que o Wesch faz.

E falando no Homi, estou traduzindo a palestra dele sobre “Uma visão antropológica do YouTube”, para legendar. Já tive o OK oficial d’O cara e estou com a mão na massa. Se por ventura alguma alma caridosa quiser me ajudar na “árdua” tarefa, por favor entre em contato, sim? 😉

Read Full Post »

Olha mais um relatório sobre o crescimento das redes sociais aí, gente! Acabou de sair do forno, o release é de 12 de agosto.

Apesar do cresimento das redes sociais nos EUA ter diminuido seu ritmo (cresimento de 9% no último ano), no Oriente Médio, Europa e América Latina as redes sociais crescem muito bem, obrigada.

As tabelas seguem abaixo e as informações são do Times Online e do comSCORE. Acessem os artigos: comSCORE e Times Online.

O Facebook lidera a lista. Um dos fatores determinantes para seu crescimento foi a sua tradução para diversos idiomas. Tem muito brasileiro dando uma conferida nessa rede agora que ela também está em português. Mas querendo, ou não, o Orkut ainda domina o Brasil.

E reparem estatisticamente como o Facebook está crescendo pras bandas de cá. 1055%, é mole? Mas acho que o crescimento é mais focado em outros países da América Latina. Conheço uns Panamenhos adolescentes que ficam o dia intirinho no Facebook. O que não é o caso dos teens brasileiros, pelo menos por enquanto.

Read Full Post »

Não é que os vovôs e vovós com mais de 100 anos também se rendem às novas tecnologias? 1 em cada 100 já consultou a Wikipedia, 2 em cada 100 já procuraram alguém no Google, 7% usa e-mail e uns 4% já enviou ou recebeu foto digital. De um modo geral, 12% usa a internet e 19% usa o celular. Cool ham?

Não podemos nos esquecer de que esses centenários tinham aproximadamente 83 anos quando a internet surgiu, mais de 87 anos quando a Amazon foi lançada e 89 anos – ou mais – quando o Google surgiu no mapa digital.

Quando crescer quero ser assim, rsrs

Mais infos na matéria “The 100-year-olds who use Wikipedia and Google”, do Times Online.

🙂

Read Full Post »

Na Meio Digital desse mês saiu uma matéria sobre Instant Messengers – IM – (ex: MSN Messenger, Google Talk, etc) pra lá de interessante e é ótima pra complementar informações que já tinha publicado por aqui sobre Mensagens Instantâneas no Celula x SMS.

Pois bem, a matéria fala que uma nova fase para os IM vem por aí, como reflexo e integração às novas ferramentas de comunicação e relacionamento, como redes sociais e o próprio celular. Otras cositas más, como publicidade em IM, também são tratadas na matéria, que vale a leitura.

Agora o que mais me chamou a atenção foram as tabelas com dados estatísticos. A matéria fala também de um tema que na realidade eu já tinha percebido, mas não tinha parado para raciocinar: o fato de adolescentes usarem cada vez menos o e-mail, se comparados aos adultos. Tenho irmã adolescente em casa e sei bem o esquema. Essa meninada de hoje quase não abre e-mail. Enviou informação importante e urgente por e-mail? Pode esquecer, pq os teens de hoje não têm pressa alguma ou o hábito de conferir e-mail diariamente. Agora no quesito redes sociais (sobretudo Orkut), mensageiros instantâneos (MSN Messenger) e celular… aí sim, vc chega ao destinatário adolescente fácil, fácil. Simples assim.

Abaixo as tabelas publicadas na Meio Digital (Julho/Agosto 2008, página 63). O Link pra revista completa é esse aqui.

Brigada, Gui!

* E pra quem quer entender mais como funciona o MSN / Windows Live no celula, recomendo visitar a página oficial o serviço, no endereço http://www.windowslive.com.br/mobile/. Por enquanto, a Vivo e a Oi oferecem o Messenger via Wap de forma óbvia, on-deck. No entanto, exite também a opção off-deck e qualquer um pode acessar o messenger indo diretamente na página mobile.msn.com , via wap (sujeito à cobrança dos valores de seu pacote de serviços). A outra opção é a de torpedos no celular (Torpedo Messenger). Para receber mensagens, mesmo quando está offline, basta cadastrar seu número, seja pelas “opções” (ferramentas/opções/telefone) no messenger, seja pelo site. Pro Torpedo Messenger as operadoras tb costumam cobrar um valor, que vareeeia.

Read Full Post »